sábado, 23 de novembro de 2013

Desafio Berra-me Baixo | As regras

1.A ideia deste desafio não é deixar de gritar. A ideia é provar que, no final do mês, conseguiste um super alto controlo, que te dominaste naquelas situações em que te passavas e mandavas dois valentes berros. A ideia é que estejas feliz contigo.

2.Um outro objectivo é eliminar a tua frase 'gostava de não gritar tanto'. A ideia é pôr-te a dizer 'já não grito como dantes! Que tótozice que isso era!'

3.A ideia deste desafio é provar-te que educar miúdos não é fácil (disto não precisas de provas pois não?) e que não é porque gritamos mais ou menos que a coisa se torna mais fácil.

4.A ideia não é que fiques entupida aí dentro. Há uma ou outra situação em que te sai falar mais alto? Ok, siga!Da próxima vez fazes melhor, não te recrimines, please!

- Perigo eminente? Grita, berra, salta e faz o pino!Mas vai lá e salva a criança!!

- Passaste-te? Habitua-te a verbalizar de forma coerente e firme (a ideia não é não dizer as coisas, muito pelo contrário). Diz o que queres dizer. E este treino vai ser super importante para todas as outras relações.

- A ideia deste desafio é também eliminar as tensões aí em casa. Quase ninguém gosta de pessoal a berrar, pois não? E isso deixa toda a gente tensa.

Gritar é diferente de ralhar, de explicar, de se afirmar, de exigir, de educar.
 É difícil, eu sei que sim! E também sei que é possível. Um dia fazemos melhor e no outro parece que deixamos de saber fazer. É mesmo assim. Chama-se aprendizagem!

- Dicas? Não há! É um desafio e não é suposto ser fácil. Mas já somos bastantes e uma empurra a outra aqui no blogue ou no facebook ou em emails privados (que é o que mais acontece!) ! E daqui a uns tempos faremos mais outro desafio. E iremos todas juntas.

- Dizem que levamos 21 dias a eliminar um comportamento e 7 a criar e reforçar um novo. Anda daí então, este é o momento ideal para eliminar este... tique!

- Ah! Queres uma dica para isto resultar? Podes imaginar que te estou a observar, tipo big brother! É uma ideia que por vezes resulta!



1 comentário: